Projeto Transitolândia

Projeto Transitolândia - Brusque

 

A transitolândia é um programa que visa atender as crianças da 4ª série do Ensino Fundamental, onde são repassados fundamentos básicos sobre o trânsito de maneira geral, focado especialmente na educação e respeito às regras de trânsito, em especial no respeito ao próximo e à vida.

Problema:

Pesquisas atuais demonstram que o Brasil é um dos países onde mais ocorrem mortes no trânsito no mundo, e o 3º colocado na América Latina, o que demonstra que ações devem ser tomadas para que haja uma diminuição nesses índices, não somente a curto prazo (ações imediatas, como rigor nas leis, maior fiscalização, etc...) bem como ações a longo prazo (educação no trânsito). Em Brusque, só no ano de 2011 foram 33 mortes relacionadas ao trânsito, numero extremamente elevado para uma cidade de aproximadamente 120 mil habitantes, o aumento da fiscalização conseguiu diminuir esses índices para 18 mortes em 2015, porém ainda assim devemos buscar maneiras de reduzir até próximo de zero tais números.

Causas:

Uma das maiores causas dos acidentes de trânsito, é o desrespeito às normas vigentes, seja a embriaguez ao volante, excesso de velocidade, desobediência à sinalização, etc.., desta forma o programa visa orientar desde cedo, e busca o desenvolvimento de uma maior consciência dos perigos do trânsito para os jovens ainda em formação.

Atividades:

É agendado com a Secretaria de Educação dos municípios participantes uma data onde uma turma da 4ª série do Ensino fundamental das escolas públicas e particulares interessadas são levadas até o Quartel do 18º BPM (em 2015, 4 turmas eram atendidas por semana), onde inicialmente participam de uma palestra sobre trânsito com um PM e um Guarda de Trânsito de Brusque, além disso eles recebem um Kit contendo uma bolsa, uma cartilha com estórias em quadrinhos e brincadeiras, uma CNH de brincadeira onde pode colar sua foto e escrever seu nome e demais informativos, após a palestra os alunos escrevem uma redação sobre o assunto Trânsito. Posteriormente todos recebem um lanche e depois participam de uma atividade lúdica na pista de treinamento da Transitolândia, onde podem dirigir um "carrinho" na pista e tem a oportunidade de vivenciar a experiencia de serem motoristas e pedestres em um mini-trânsito, de maneira segura e controlada, e interagir com a sinalização e demais entes da via, pondo em prática o que foi repassado na palestra. Ao fim de cada semestre letivo, são sorteadas uma bicicleta e outros prêmios entre todos os alunos que participaram da transitolândia. No ano de 2015, aproximadamente 1.600 crianças de 50 escolas de Brusque e Guabiruba participaram do programa, tendo atingido a marca de 100% da rede municipal de Brusque.

Entidades:

Participam e apoiam o programa além da Polícia Militar, a Guarda de Trânsito de Brusque, a Secretaria de Educação de Brusque e a Unimed que fornece os lanches, além das demais empresas parceiras que fazem doações para a compra dos Kits que são distribuídos às crianças e das bicicletas que são sorteadas ao fim do ano letivo.

Recursos:

A grande parte dos recursos aplicados são doações de empresas, sendo complementados pelo Convênio Municipal de Trânsito quando há necessidade.

Resultados:

Os resultados do programa são esperados somente à longo prazo, pois atuam diretamente nas crianças entre 09 e 11 anos, porém indiretamente já se espera que as crianças levem os ensinamentos aos pais, e cobrem deles melhores atitudes com relação ao trânsito, bem como o respeito às normas de circulação e o bom convívio com os demais motoristas e pedestres.

Impacto:

Há um impacto sobremaneira positivo na comunidade de maneira geral e especificamente nas crianças, futuros condutores, que de cedo já recebem orientações a respeito de civilidade e respeito ao próximo e às normas de trânsito, além disso aproxima a criança da Polícia Militar, mostrando que a polícia exerce seu papel de maneira a garantir a segurança de todos, de maneira cidadã e respeitosa, e além disso tem a continuidade do trabalho da PM nessa criança com o Proerd, aplicado nos 5º anos do ensino fundamental, desta forma mantendo ainda mais forte os ensinamentos de ambos os programas para as crianças em idade escolar.

 

Search