Conceito

Conceito de Polícia Comunitária

É uma filosofia e estratégia organizacional que proporciona uma nova parceria entre a população e a polícia. Baseia-se na premissa de que tanto a polícia quanto a comunidade devem trabalhar juntas para identificar, priorizar e resolver problemas contemporâneos tais como crime, drogas, medo do crime, desordens físicas e morais, e em geral a decadência do bairro, com o objetivo de melhorar a qualidade geral da vida na área. (TROJANOVWICZ, Robert; BUCQUEROUX, Bonnie. Policiamento comunitário: como começar. Trad. Mina Seinfeld de Carakushansky. Rio de janeiro: Polícia Militar do Rio de Janeiro, 1994, p 4.)

 

Logotipo da Polícia Comunitária, representando a figura de pessoas de braços dados, cujo significado é a união das Polícias Civil e Militar com a comunidade, pela mesma causa.

 

Quais são os objetivos da Polícia Comunitária?

A Polícia Comunitária visa a participação social, ou seja, o envolvimento de todos os cidadãos que que morem, estudem ou trabalham na comunidade e que possam, voluntariamente, auxiliar a instituição policial na busca de soluções que atuem sobre as causas da violência e da criminalidade, proporcionando desta forma mais segurança e uma maior qualidade de vida.

O que faz o CONSEG?

Cada Conselho Comunitário de Segurança define suas prioridades, pois as comunidades possuem diferenças culturais, econômicas e sociais entre si, porém existem alguns objetivos comuns a todos os CONSEG's, entre os quais podemos citar:

- Aproximar e integrar mais a polícia e a população;
- Planejar a ação comunitária e avaliar os resultados;
- Encaminhar coletivamente as denúncias;
- Levar diretamente à autoridade superior as reivindicações e as queixas da comunidade;
- Auxiliar no combate às causas da violência e da criminalidade;
- Desenvolver campanhas educativas visando orientar a população.

Quem ganha e quais são as vantagens em montar um CONSEG?

A implementação dos Conselhos Comunitários de Segurança vem demonstrando que a atuação policial nos processos de proteção de segurança do cidadão depende da integração e participação social, confirmando o preceito Constitucional de que "a Segurança Pública é dever do Estado, direito e 'RESPONSABILIDADE' de todos". (CF Art.144)
Com base neste raciocínio, desenvolveu-se o lema da Polícia Comunitária e dos CONSEG's, que define adequadamente o seu propósito:
"PARCERIA PARA MAIS SEGURANÇA"

Quando ocorre esta parceria entre a instituição policial e a comunidade, podemos afirmar que quem ganha com a criação do CONSEG são:

- A COMUNIDADE, porque os Conselhos Comunitários de Segurança vão ajudar o controle da violência e da criminalidade. 
Além de promover uma maior integração, a ação comunitária é um elemento de dissuação dos propósitos do deliqüente.

- VOCÊ, porque esta é uma maneira inteligente de melhorar a proteção da sua família, pois favorece uma melhor integração da comunidade, pois estimula projetos de prevenção e atua sobre as causas da criminalidade.

- A POLÍCIA, porque passa a contar com a ajuda da comunidade em seu trabalho difícil e muitas vezes complicado.

O que é um CONSEG e qual sua finalidade?

Os CONSEG's (Conselhos Comunitários de Segurança), são grupos de pessoas de uma mesma comunidade que se reúnem para discutir, analisar, planejar e acompanhar a solução de seus problemas de Segurança, assim como estreitar laços de entendimento e cooperação entre as várias lideranças locais.

Qualquer pessoa pode participar do CONSEG?

Qualquer pessoa idônea que esteja disposta a colaborar com o bem-estar de sua comunidade ou as entidades comunitárias já existentes, como os Conselhos Comunitários, as associações de bairro e as organizações não governamentais.

Para montar um CONSEG, quais são os grupos que devem participar, para que efetivamente se consigua resultados proveitosos para melhoria da segurança e aumento da qualidade de vida?

O Conseg é uma parceria que reúne seis grandes grupos para que juntos, com suas experiências e capacidade criativa, colaborem para solucionar os problemas de segurança, os quais são:

- As organizações de polícia que atuam no local; 
- O cidadão comum que resida, estude ou trabalhe na comunidade; 
- As autoridades públicas dos diversos órgãos e esferas de governo; 
- A comunidade de negócios; 
- As organizações não governamentais que atuam na comunidade; 
- A mídia. 

Logotipo dos Conselhos Comunitários de Segurança – CONSEGs, representando cinco figuras estilizadas de pessoas unidas pelas mãos e pés, formando com suas pernas abertas uma estrela de cinco pontas, que é o símbolo internacional de polícia.

Search