Fotos: Jeferson Baldo / Secom

O governador Eduardo Pinho Moreira afirmou que a situação da greve dos caminhoneiros em Santa Catarina chegou ao limite. Diante dos prejuízos e das dificuldades enfrentadas pela população, o governador enfatizou que mesmo o Estado conseguindo manter os serviços essenciais, o momento é de recuperar a normalidade e a ordem pública.

 

Veja o vídeo

 

"A partir de hoje (terça-feira), a normalidade deverá começar a voltar em Santa Catarina, fruto das nossas decisões. O limite é hoje", reforçou. O pronunciamento do governador foi na sala de imprensa do Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres, o Cigerd, no fim da manhã desta terça-feira

 



>>> Mais fotos na galeria

Ainda pela manhã, o governador esteve na sala de operações e agradeceu às equipes do Governo, que segundo Moreira, trabalham 24 horas há nove dias. "Santa Catarina se organizou, desde o primeiro momento, para manter os serviços básicos e essenciais a todos os catarinenses", observou o governador.

Eduardo Pinho Moreira reconheceu que as reivindicações dos caminhoneiros são legítimas, diante de uma política equivocada de preços dos combustíveis, pela Petrobras, mas reforçou que espera compreensão e bom senso do movimento grevista para que o Estado retorne à situação de normalidade e possa começar o trabalho de recuperação dos prejuízos causados pela paralisação.

 

 

 

GOVERNO DE SANTA CATARINA
SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA

Avenida Governador Ivo Silveira, nº  1521
Capoeiras  - Florianópolis-SC  - CEP: 88.085-000.

Atendimento ao Público: 13h às 19h.

 Fone: (48) 3665-8100 - Email: gabinetesecretario@ssp.sc.gov.br

2018 SSP/SC. Desenvolvido por DTIC - Divisão de Tecnologia da Informação e Comunicações.

Search